terça-feira, 11 de janeiro de 2011

ARREBATAMENTO BIBLICO.

O ARREBATAMENTO BÍBLICO

Quando as sete tacas da ira de Deus estiverem sendo derramadas, Jerusalém será, de fato, visitada com terremotos, trovões, tufão de vento e labareda de fogo consumidor. No entanto, diz o Senhor que naqueles dias, um pouco antes que estas pragas se cumpram, ele mesmo derramará, sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém, o Espírito de graça e de súplica e verão aquele A QUEM TRASPASSARAM, descobrindo, finalmente, que aquele Jesus, a quem crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo, enviando-o como seu único e verdadeiro Messias. E prantearão sobre ele... Como quem pranteia por um unigênito. E chorarão amargamente por ele, como quem chora pela morte do seu primogênito, cumprindo então o mistério de Cristo, o qual se encontrava oculto desde antes da fundação do mundo, ou seja, seu propósito eterno de encerrar a todos em desobediência para usar, então, de misericórdia para cm todos, tanto para com os judeus, a quem ele primeiro se fez conhecer, como, também aos não judeus, que vieram a conhecer a Cristo e se tornarem sacerdócio santo, raça eleita e povo escolhido de Deus para anunciar as maravilhas daquele que os chamou.
E, os que dentre eles não houverem se curvado “diante de Baal” e da besta, nem tiverem recebido seu sinal na mão ou na testa, ou seja, todo o remanescente de Israel será salvo. Contudo, ainda que os filhos de Israel sejam tão numerosos como os grãos de areia da praia, o remanescente é que será salvo. Mas logo depois da aflição daqueles dias, ao término do período da “Grande Tribulação”, o tempo concedido ao Anticristo, para que ele venha a dominar todos os povos, nações, tribos e línguas, o sol escurecerá e a lua não dará sua claridade, as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados. Então aparecerá no céu o SINAL DO FILHO DO HOMEM.
Todas as tribos da terra se lamentarão ao contemplarem uma das mãos de Jesus Cristo pairando sobre os ares, apresentando-se com seu principal sinal de identificação: As chagas de Cristo.
A marca dos cravos que rasgaram as suas mãos para o pregarem na cruz estarão bem visíveis a todo homem e toda mulher que erguerem suas cabeças e olharem para o céu. Então verão o Filho do Homem, vindo sobre as nuvens com poder e grande glória.
Ele enviará os seus anjos que arrebatarão os seus escolhidos dos quatro cantos da terra, do norte, do sul, do leste e do oeste, e os reunira de uma a outra extremidade dos céus.
E acontecerá que, assim como as dores do parto sobrevêm inesperadamente à mulher que está para dar à luz, assim será, também a vinda do Filho do Homem: Assim como as dores do parto surgem inesperadamente e de forma repentina à mulher que está para dar à luz, e estas vão aumentando em freqüência e se intensificando até o momento em que vai dar à luz um novo ser humano, assim também será no dia da volta de Jesus: Os fenômenos cósmicos também começarão inesperada e repentinamente, e, numa seqüência rápida e ininterrupta, se sucederão, um após o outro, até que chegue até que chegue o Senhor Jesus, o “Desejado” das nações, que vem para livramento do seu povo, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus.
...E TODO OLHO O VERÁ!
Até mesmo aqueles que o traspassaram em sua execução, estarão ressuscitados, naquele momentos, para ver Jesus Cristo, a quem crucificaram, vindo sobre as nuvens com poder e grande glória.
Ele descerá do céu com alarido, com voz de arcanjo, AO SOM DA TROMBETA de Deus, e os mortos em Cristo ressuscitem primeiro. Depois nós, os que estivermos vivos para sua chegada, seremos transformados, e, logo a seguir, arrebatados juntamente com eles, para encontrar com o Senhor nos ares.
Ele enviara os seus anjos em meio ao forte CLAMOR DE TROMBETA, os quais reunirão seus escolhidos, ARREBATANDO-OS, DE TODAS AS PARTES DA TERRA, e, ajuntando-os DE UMA A OUTRA EXTREMIDADE DOS CEUS, PARA ENCONTRAR JESUS NOS ARES, e assim estarão para sempre com o Senhor.
Até que ele venha para se fazer admirável em todos os seus santos, de fato, nem todos morreremos. Mas todos seremos transformados, pois, quando ele se manifestar, seremos SEMELHANTES A ELE, PORQUE O VEREMOS COMO ELE É:
E, ao som da sétima e última trombeta, com a voz do Filho do Homem, num só momento, tão rapidamente quanto um piscar de olhos, OS MORTOS RESSUSCITARÃO INCORRUPTÍVEIS E NÓS, OS QUE ESTIVERMOS VIVOS PARA A VINDA DO SENHOR, SEREMOS TRANSFORMADOS...
Não vos maravilheis com estas palavras, pois foi determinado QUE TODOS OS QUE ESTIVEREM NOS SEPULCROS OUVIRÃO A VOZ DO FILHO DO HOMEM, e... os que tiverem feito o bem, sairão de seus sepulcros para a RESSURREIÇÃO DA VIDA. Mas os que tiverem feito o mal, sairão para a RESSURREIÇÃO DA CONDENAÇÃO ETERNA:
UNS IRÃO PARA VIDA ETERNA...ENQUANTO QUE OUTROS...IRÃO PARA A VERGONHA E O DESPREZO ETERNOS!
E como foi nos dias de Noé, assim será, também, nos dias da vinda do Filho do Homem. Naquele tempo, assim como hoje, a maldade também se multiplicara sobre a terra e todos viviam despreocupadamente, até o dia em que Noé entrou na arca, veio o dilúvio e destruiu a todos. Assim será, também nos dias da vinda do Filho do Homem: Duas pessoas estarão trabalhando juntas, uma será tomada pelos anjos e outra será deixada, ficando à mercê do FIM DO MUNDO.
Mas o dia do Senhor virá repentina e inesperadamente, como um ladrão de noite, então dois estarão numa casa, um será tomado e outro será deixado. E, como aconteceu nos dias de Ló, quando os habitantes das cidades de SODOMA e de GOMORRA viviam praticando, despreocupadamente, seus pecados sexuais, quando, num determinado dia, os anjos do Senhor tiraram Ló e sua família daquele lugar, descendo, logo a seguir fogo do céu que destruiu a todos, assim será também nos dias da vinda do Filho do Homem:

Ele enviará os seus anjos que levarão seus escolhidos para a Jerusalém celestial mas deixara, na terra, todos que praticam a iniqüidade e causam escândalo, a fim de que sejam consumidos pelas chamas com o planeta.
O “trigo” será arrebatado e recolhido no seu “celeiro”, contudo, o “joio” será deixado aqui, para ser queimado. A “colheita” é o fim do mundo, porque logo depois que os filhos de Deus forem arrebatados, os céus passarão com um estrondo e os elementos abrasados se derreterão, e a terra, e as obras que nela há, serão queimadas.
E como foi nos dias de Noé, quando sua arca livrou-o do grande dilúvio que destruiria tudo, assim será, também, nos dias da vinda do Filho do Homem, pois o arrebatamento livrará os eleitos de Deus do grande e terrível dia do Senhor, no qual os céus se desfarão ardendo em chamas e os elementos, abrasados se derreterão, e a terra e as obras que nela há serão queimadas.
Mas nós, segundo sua promessa, esperamos, novos céus e uma nova terra, onde habita a justiça. E não apenas nós, mas toda a criação, aguarda, ansiosamente a MANIFESTAÇÃO DOS FILHOS DE DEUS, porquanto serão criados novos céus e uma nova terra, porque o primeiro céu, a primeira terra, os montes e ilhas e o mar, já terão desaparecido, e nunca mais serão achados.
Mas, enquanto todas estas coisas estiverem acontecendo, estará, também, descendo, da parte de Deus, A NOVA JERUSALÉM, a Cidade Santa, vindo como uma noiva que, no dia de seu casamento, se enfeitou para o seu noivo.

Estas serão as BODAS DO CORDEIRO e, bem aventurado é todo aquele, que foi chamado para elas, pois o próprio Deus lhe será concedido santificação e vestes nupciais de santidade, para o casamento de nosso Senhor e Rei, Jesus Cristo, a “festa” que nunca mais vai acabar... E o templo de Deus que está nos céus, o seu santo tabernaculo, estará com os homens e dele nunca mais sairão. O próprio Deus enxugará, dos seus olhos, toda lágrima... E JÁ NÃO HAVERÁ MAIS MORTE, nem luto, nem pranto e nem dor, pois a antiga condição já terá passado. Aquele que está assentado no trono FARÁ NOVAS TODAS AS COISAS...QUEM VENCER HERDARÁ TUDO ISSO!!!... o Espírito e a noiva dizem: VEM!
E o que ouve diga: VEM!
E quem tem sede venha!
E, quem quiser, tome de graça da água da vida.
Aquele que testifica estas coisas diz:
CERTAMENTE CEDO VENHO!
            Previna-se da Marca!
"Previna-se da Marca" é uma série de matérias nacionais e internacionais que denunciam, de forma documentada e coerente, uma gigantesca e secular conspiração contra o cristianismo bíblico e os eleitos de Deus. A esta altura, ela já atingiu o seu ápice com a chegada dos microchips financeiros os quais deverão tornar-se obrigatórios dentro de pouco tempo, cumprindo a profecia do apocalipse sobre a marca da besta. Entenda como as sociedades secretas pretendem obriga-lo a receber o biochip na mão ou na testa! Divulgando este perigo e prevenindo-se da marca você estará trabalhando para garantir a sua salvação e para impedir que seus amigos e irmãos sejam lançados no lago de fogo. Colabore na divulgação desse site: você estará fazendo um trabalho de evangelização atualizado e estará cumprindo amplamente seu ministério.
E fiés até a morte, manteremos nosso testemunho, de que Jesus Cristo é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém.
Apocalipse
"EIS QUE VEM COM AS NÚVENS E TODO OLHO O VERÁ" 
(APOCALIPSE 1:7)

Chip e Seringa


As 13 linhagens reais de israel"E, depois disso, Jesus andava pela Galiléia, e já não andava pela Judéia pois OS JUDEUS PROCURAVAM MATÁ-LO... Jesus dizia, pois aos judeus... Bem sei que sois descendência de Abraão, contudo procuráis MATAR-ME, porque minha palavra não entra em vós. Eu falo do que ví junto de meu Pai, e vós fazeis o que também viste junto de vosso pai... Vós tendes por pai o DIABO e quereis satisfazer os desejos do vosso pai..." (João capítulo 7 e 8)."E veio a mim a palavra do SENHOR dizendo: filho do homem, faze conhecer a JERUSALÉM as suas abominações. E dize: ASSIM DIZ O SENHOR DEUS A JERUSALÉM: a tua origem e o teu nascimento procedem da Terra dos Cananeus... e passando eu por ti, vi-te manchada do teu sangue... eu te fiz multiplicar como o renovo do campo, e cresceste, e te engrandeceste, e alcançaste grande formosura; avultaram-se os seios, e cresceu o teu cabelo; mas estavas nua e descoberta. E, passando eu por ti, vi-te, e eis que o teu tempo era tempo de amores; e estendi sobre ti a ourela do meu manto e cobri a tua nudez; e dei-te juramento e entrei em concerto contigo, diz o SENHOR DEUS, e tu ficaste sendo minha... e te ornei de enfeites e pus braceletes nas mãos...E um colar à roda do teu pescoço... e assim foste ornada de ouro e prata... e foste formosa ao extremo e foste próspera até chegares a ser rainha. E correu a sua fama entre as nações, por causa da sua formosura, pois eras perfeita, por causa da minha glória que eu tinha posto em ti, diz o SENHOR DEUS. Mas confiaste na tua formosura, e te corrompeste por causa da tua fama, E PROSTITUÍAS-TE A TODO O QUE PASSAVA PARA SERES SUA. E tomaste das tuas vestes, e fizestes lugares altos adornados de diversas cores, E TE PROSTITUÍSTE SOBRE ELES; tais coisas não vieram, nem hão de vir. E tomaste as tuas joias de enfeite, que eu te dei do meu ouro e da minha prata, e FIZESTE IMAGENS DE HOMENS E TE PROSTITUÍSTE COM ELAS... além disso, tomaste a teus filhos e tuas filhas, que por mim geraras, E OS SACRIFICASTES A ELAS, PARA SEREM CONSUMIDOS; ACASO É PEQUENA A SUA PROSTITUIÇÃO? E MATASTE MEUS FILHOS E OS ENTREGASTES A ELAS PARA OS FAZEREM PASSAR PELO FOGO... e sucedeu, depois de toda a tua maldade (ai de ti diz o SENHOR DEUS) que edificaste uma abóbada e fizeste altares por todas as ruas. a cada canto do caminho edificaste um altar, e fizeste abominável a tua formosura, E ALARGASTE AS PERNAS A TODO O QUE PASSAVA; E MULTIPLICASTE AS TUAS PROSTITUIÇÕES. TAMBÉM TE PROSTITUÍSTE COM OS FILHOS DO EGITO, TEUS VIZINHOS DE GRANDES MEMBROS E MULTIPLICASTE A TUA PROSTITUIÇÃO, para me provocares à ira... TAMBÉM TE PROSTITUÍSTE COM OS FILHOS DA ASSÍRIA, PORQUANTO ERAS INSACIÁVEL; E, PROSTITUINDO-TE COM ELES, NEM ASSIM FICASTE FARTA. ANTES MULTIPLICASTE AS TUAS PROSTITUIÇÕES NA TERRA DE CANAÃ ATÉ A CALDEIA E NEM AINDA COM ISSO TE FARTASTE. quão fraco é o teu coração, diz o SENHOR DEUS, fazendo tu estas coisas OBRAS DE UMA MERETRIZ IMPERIOSA! edificando tu a tua ABÓBADA ao canto de cada caminho e fazendo o teu altar em cada rua ... foste como a mulher adúltera, que em lugar de seu marido recebe os estranhos... tu dás presentes a todos os teus amantes; e lhes dás presentes, para que venham a ti de todas as partes, pelas tuas prostituições. portanto, ó meretriz, ouve a palavra do senhor. assim diz o SENHOR DEUS: pois que se derramou o teu dinheiro E SE DESCOBRIU A TUA NUDEZ NAS TUAS PROSTITUIÇÕES com os teus amantes, como também com os ídolos das tuas abominações, e no sangue dos teus filhos que lhes deste, eis que ajuntarei todos os teus amantes, com os quais te misturaste, como também todos os que amaste, com todos os que odiaste, e ajuntá-los-ei contra ti em redor e descobrirei tua nudez diante deles, para que vejam toda a tua nudez. e JULGARTE-TE-EI COMO SÃO JULGADAS AS ADÚLTERAS e as que derramam sangue; e entregar-te-ei ao sangue de furor e de ciúme. e entregar-te-ei nas tuas mãos, e derribarão a tua abóbada, e transtornarão os teus altares, e despirão as tuas vestes, e tomarão as tuas joias de enfeite, e te deixarão nua e descoberta. então FARÃO SUBIR CONTRA TI UM AJUNTAMENTO E TE APEDREJARÃO com pedra, E TE TRASPASSARÃO COM AS SUAS ESPADAS. e queimarão suas casas a fogo..." (ezequiel 16: 1 a 41)

Faça um Compromisso Hoje!
Antes de prosseguir, por favor faça um compromisso hoje, de que você nunca irá aceitar o sistema de compra e venda, baseado em troca digital e que nunca se submeterá a implantação do biochip em seu corpo, nem que adorará a besta ou o falso profeta que é a trindade do próprio Satanás.
 
Não adore a besta, não receba o sinal com o nome dela, não troque a eternidade junto á Deus, pelos bens materiais, os prazeres e as facilidades deste mundo cada vez mais materialista.
Seja fiel a Deus, não se desvie do caminho do Céu, não ouça aos que oferecem as novidades do mundo, dizendo que será necessário mudar todos os valores e conceitos, para melhorar a sociedade, pois na realidade o que eles querem é controlar totalmente a tua vida.  Segundo a Sagrada Bíblia, se você, mesmo estando avisado, se deixar marcar pela besta, terá um passaporte sem volta para o inferno. Acha isto pura bobagem, pois está lá, nas páginas da Sagrada Bíblia, seria prudente que você lesse e conferisse de perto, que o Apocalipse já está se cumprindo. Use da sua inteligência, e calcule o número da besta, que pretende escravizar a humanidade inteira. (Apocalipse 13:18).

E lembre-se: você está sendo avisado com antecedência dos fatos que hão de vir, depois não diga que não sabia!!!
Muitos foram os que diziam, há alguns anos atrás, que satélites vigiando pessoas e implantes de chip, era coisa da cabeça de pessoas loucas, fanáticos religiosos e seitas do fim do mundo.
Hoje a loucura anunciada por muitos tornou-se a nossa realidade!!!
Se vão novamente pagar para ver, o preço poderá ser caro demais!!!
 
"Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome" (Apocalipse 14:9-11).
Disse o Senhor Jesus em Lucas 12:4-5: "Digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo, e depois disso nada mais podem fazer. Mas eu vos mostrarei a quem é que deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, digo, a esse temei".  

Ultima trombeta parte :1 ,2 ,3 e 4



 
1. A quem Jesus dirigiu, em primeiro lugar, as palavras de Mateus 24 e 25?
• Nessa ocasião a Igreja ainda era um mistério. Somente no Pentecoste ela foi incluída no agir de Deus e, posteriormente, revelada através de Paulo.
• Portanto, o texto também não está falando do arrebatamento, quando Jesus virá para buscar Sua Igreja, mas trata da volta de Jesus em grande poder e glória para Seu povo Israel, após a Grande Tribulação (Mt 24.29-31). Jesus só falou do arrebatamento mais tarde, pouco antes do Getsêmani, como está registrado em João 14. Até então os discípulos, como judeus, só sabiam da era gloriosa do Messias que viria para Israel (por exemplo, Lucas 17.22-37).
• Os discípulos a quem Jesus Se dirigiu em Mateus 24 e 25 evidentemente eram judeus. Em minha opinião, eles simbolizam o remanescente judeu fiel, que crerá no Messias no tempo da Grande Tribulação.
• No sermão profético do Senhor Jesus no Monte das Oliveiras, Ele predisse como será a situação dos judeus no período imediatamente anterior à Sua volta.
• Falsos profetas e falsos cristos, como são chamados em Mateus 24.5,23,26, representam um perigo para Israel. A Igreja enfrenta outros perigos, pois deve preocupar-se mais com falsos mestres, falsos apóstolos e falsos evangelistas e em discernir os espíritos (2 Co 11.13; 2 Pe 2.1; Gl 1.6-9). Filhos de Deus renascidos pelo Espírito Santo certamente não vão sucumbir às seduções de falsos cristos e cair nesses enganos.
• O "abominável da desolação" (Mt 24.15) diz respeito claramente à terra judaica, ao templo judaico e aos sacrifícios judeus. Já o profeta Daniel falou a respeito. E Daniel não falava da Igreja, mas de "teu povo... e de tua santa cidade" (Dn 9.24).
• A frase: "então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes" (Mt 24.16), é bem clara. Trata-se nitidamente da terra de Israel. Pois no Novo Testamento a Igreja de Jesus nunca é conclamada a fugir para os montes.
• Igualmente o texto que fala do sábado diz respeito aos judeus, aos seus costumes e suas leis (v. 20).
• Também a parábola da figueira (v. 32) é uma representação simbólica da nação judaica. Do mesmo modo, a expressão "esta geração" (v. 43) aplica-se a Israel.
2. A que época o Senhor se refere em Mateus 24?
A resposta à pergunta anterior nos conduz automaticamente ao tempo em que esses fatos acontecerão. Trata-se da época em que Deus começará a agir novamente com Seu povo Israel de maneira coletiva, levando o povo da Aliança ao seu destino final (v. 3), que é a vinda do seu Messias e o estabelecimento de Seu reino. O centro de todas as profecias de Mateus 24 e 25 é ocupado pelos sete anos que são os últimos da 70ª semana de Daniel (Dn 9.24-27). Devemos estar cientes de que esse período é a consumação do século, o encerramento de uma era, e não apenas o transcorrer de um tempo. O sinal do fim dos tempos é a última semana, a 70ª semana de Daniel.
Todos os sinais que o Senhor Jesus predisse em Mateus 24, que conduzirão à Sua vinda visível (v. 30), têm seus paralelos no Apocalipse, nos capítulos de 6 a 19. Mas nessa ocasião a Igreja de Jesus já terá sido arrebatada, guardada da "hora da provação" (Ap 3.10).
Os últimos sete anos – divididos em três etapas (Mt 24.4-28)
1. Os versículos 4-8 descrevem, segundo meu entendimento, a primeira metade da 70ª semana de Daniel. O versículo 8 diz claramente: "porém tudo isto é o princípio das dores". As dores não dizem respeito a uma época qualquer, elas definem especificamente o tempo da Tribulação, comparado na Bíblia "às dores de parto de uma mulher grávida" (1 Ts 5.3; veja também Jr 30.5-7). O princípio das dores são os primeiros três anos e meio da 70ª semana. Assim como existem etapas iniciais e finais nas dores que antecedem um parto, também esses últimos 7 anos dividem-se em duas etapas de três anos e meio. Há um paralelismo e uma concordância quase literal entre Mateus 24.4-8 e Apocalipse 6, onde o Senhor abre os selos de juízo:
• Falsos cristos (Mt 24.5) – primeiro selo: um falso cristo (Ap 6.1-2).
• Guerras (Mt 24.6-7) – segundo selo: a paz será tirada da terra (Ap 6.3-4).
• Fomes (Mt 24.7) – terceiro selo: um cavaleiro montado em um cavalo preto com uma balança em suas mãos (Ap 6.5-6).
• Terremotos (Mt 24.7), epidemias (Lc 21.11) – quarto selo: um cavaleiro montado em um cavalo amarelo, chamado "Morte" (Ap 6.7-8).
2. Nos versículos 9-28 temos a descrição da Grande Tribulação, ou seja, a segunda metade (três anos e meio) da 70ª semana de Daniel.
• Nesse tempo muitos morrerão como mártires (Mt 24.9) – quinto selo (Ap 6.9-11).
• Coisas espantosas e grandes sinais no céu anunciam a chegada do grande dia da ira do Senhor (Lc 21.11) – sexto selo (Ap 6.12-17).
• Em Israel, muitos trairão uns aos outros (Mt 24.10, veja também Mt 10.21).
• O engano e a impiedade se alastrarão, o amor esfriará, significando que muitos apostatarão de sua fé (Mt 24.11-12, veja 2 Ts 2.10-11). Quem perseverar até o fim verá a volta do Senhor e entrará no Milênio (Mt 24.13).
• O Evangelho do Reino será pregado por todo o mundo (v. 14). Ele não deve ser confundido com o Evangelho da graça, anunciado atualmente. O Evangelho do Reino é a mensagem que será transmitida no tempo da Tribulação pelo remanescente e pelos 144.000 selados do povo de Israel, chamando a atenção para a volta de Jesus, que então virá para estabelecer Seu Reino (compare Apocalipse 7 com Mateus 10.16-23).
3. Mateus 24.15 refere-se à metade da 70ª semana de Daniel, o começo dos últimos três anos e meio de tribulação.
A "abominação desoladora" não teve seu cumprimento na destruição do templo em 70 d.C., pois refere-se à afirmação de Daniel, que aponta claramente para o fim dos tempos (Dn 12.1,4,7,9,11).
• A profecia da "abominação desoladora" de Daniel teve um pré-cumprimento aproximadamente em 150 a.C., na pessoa de Antíoco Epifânio. Daniel 11.31 fala a respeito.
• A "abominação desoladora" cumpriu-se parcialmente em 70 d.C. através dos romanos, que destruíram o templo.
• Mas "abominável da desolação" de que Jesus fala em Mateus 24.15 será estabelecido apenas pelo anticristo, vindo a ter seu cumprimento pleno e definitivo na metade dos últimos sete anos (como profetizado em Daniel 12). Essa profecia de Daniel é claramente para o tempo do fim (vv. 4,9), referindo-se a um tempo de tão grande angústia como jamais houve antes (v. 1), que durará "um tempo, dois tempos e metade de um tempo". É dessa Grande Tribulação, desse período de imenso sofrimento e angústia, que Jesus fala em Mateus 24.21 (veja Jr 30.7).
Nos versículos a seguir, de 16 a 28, o Senhor Jesus explica como o remanescente dos judeus deve comportar-se durante a Grande Tribulação:
• Eles devem fugir (veja Ap 12.6).
• Esses dias serão abreviados para três anos e meio, para que os escolhidos sejam salvos.
• Falsos cristos e falsos profetas farão milagres e sinais (veja Ap 13.13-14).
• Mas então, finalmente, diante dos olhos de todos, o Senhor virá "como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente". Esses dias da ira de Deus (Lc 21.22), ou melhor, esses dias da ira de Deus e do Cordeiro (Ap 6.17), são descritos assim: "Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres" (Mt 24.28). O "cadáver" representa o judaísmo apóstata, afastado de Deus, e o sistema mundial sob a regência do anticristo, no qual reinará a morte e o "hades". Os "abutres" simbolizam o juízo de Deus.
Como já foi mencionado, não creio que em Mateus 24.15 o Senhor Jesus esteja referindo-se à destruição do templo em 70 d.C., mas penso que Ele está falando do tempo do fim. Ele menciona a destruição do templo e de Jerusalém em Lucas 21, fazendo então a ligação com os tempos finais. Aliás, este é o sentido dos quatro Evangelhos: apresentar ênfases diferenciadas dos relatos. Os Evangelhos tratam da profecia como também nós devemos fazê-lo, manejando bem a palavra da verdade (2 Tm 2.15).
Em Lucas 21.20 e 24 o Senhor diz: "Quando, porém, virdes Jerusalém sitiada de exércitos, sabei que está próxima a sua devastação. Cairão ao fio da espada e serão levados cativos para todas as nações; e, até que os tempos dos gentios se completem, Jerusalém será pisada por eles." Isso cumpriu-se em 70 d.C.
Mas Mateus 24 menciona algo que não aparece no Evangelho de Lucas, pois cumprir-se-á apenas nos tempos do fim: "o abominável da desolação" (v. 15).
No Evangelho de Lucas, que trata primeiro da destruição do templo em 70 d.C., está escrito: "...haverá grande aflição na terra" (Lc 21.23) (não está escrito: "grande tribulação"). Mas em Mateus 24, que em primeira linha fala dos tempos do fim, lemos sobre uma "grande tribulação" "como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais" (v. 21). A expressão "grande tribulação" diferencia nitidamente a angústia de 70 d.C. da "grande tribulação" no final dos tempos.
3. Qual é a mensagem desse texto bíblico para nós hoje?
Essa passagem tem forte significado para os crentes de hoje, pois sabemos que os impressionantes acontecimentos da Grande Tribulação lançam suas sombras diante de si e que, por essa razão, o arrebatamento da Igreja deve estar muito próximo.
• Nosso mundo está muito inquieto. Há conflitos em muitos países e torna-se mais e mais evidente a possibilidade de guerras devastadoras em futuro próximo. Mais de 400.000 cientistas estão atualmente ocupados em melhorar sistemas bélicos ou em desenvolver novos armamentos.
• Grande parte da humanidade passa fome.
• Terremotos, tempestades, inundações e doenças imprevisíveis, além de outros fenômenos e catástrofes da natureza, aumentam dramaticamente em progressão geométrica, como as dores de parto da que está para dar à luz.
• Grande parte dos cristãos é perseguida. Muitos chegam a falar de uma "escalada" nas perseguições nos últimos anos.
• Também a sedução e o engano através de falsas religiões é comparável a uma avalanche. O clamor pelo "homem forte" torna-se mais audível. Qualquer coisa passa a ser anunciada como "deus" ou "salvador" – e as pessoas agarram-se ansiosas a essas ofertas enganosas. Ao mesmo tempo acontece uma apostasia nunca vista, um crescente afastamento da Bíblia e do Deus vivo.
As dores da Grande Tribulação anunciarão a vinda do Filho do Homem. Não nos encontramos diante do fim do mundo, mas nos aproximamos do fim de nossa era (Mt 24.3). O Filho de Deus não nos trará o fim, mas um novo começo. Jesus Cristo não é apenas a esperança para o futuro do mundo, mas a esperança para toda pessoa, para cada um que invocar Seu Nome!